Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma mulher feliz

Diário de uma mulher feliz

07 de Outubro de 2020

Querido diário,

Existem dias que são como murros no estômago. Hoje eu e o Paulo descemos das nuvens pois percebemos a realidade: não somos prefeitos! Nem como casal, nem como pessoas. Não existe perfeição e é aí que reside o encanto. 

Sentamo-nos na cama, um pouco frustrados, com uma dose de medo de perder, mas falamos sem tabus. Sem muralhas. E foi aí que senti-me ainda mais perto dele. Resolvemos (pois tudo tem solução) e os "meus" olhos cor de mar voltaram a brilhar.

Percebi igualmente a importância dos erros passados e foi tão bom errar antes e não agora. Não cair no mesmo! Saber usar esses "descuidos" a meu favor. 

Sou certamente uma mulher mais feliz desde que conheço o Paulo e, quanto mais o percorro, mais feliz sou. Mas não só pelo que acrescenta, mas pelo que me ensina. Não impõe. Não exige. E eu livremente cresço. Todos os dias me sinto mais mulher. Mais autêntica. Mais capaz.

E por falar em capaz, querido diário, mudei de trabalho. Começo na sexta-feira. Primeiro voltei a dramatizar. Depois percebi que na vida temos que facilitar. Relaxar. E deixar fluir. E sinto isso mesmo, entrei no modo "fluir". Seja como o Universo quer que seja. Cabe-me dar o meu melhor, de resto, não poderei fazer mais nada. Por isso porquê sofrer? Porquê? Para quê? Relaxar, é a palavra de hoje.

R-E-L-A-X-A-R

M

 

a876a07b-546a-4757-994b-37aa24d92f40.JPG

 

 

20 de Setembro de 2020

B02FC9E5-3A17-498F-A78C-9C16C4E2D3E7.jpeg

 

Querido diário,

sem dúvida o amor resgata-nos. Seja qual o tipo de amor que for! 

A madrugada de sexta foi terrível para mim. Desci ao lado mais negro de mim, raspei as paredes, berrei a Deus! Pedi a morte em silêncio enquanto ele me olhava com ternura. 

Não encontro uma resposta. Ou melhor, existem várias hipóteses que não estou preparada para partilhar! A verdade é que o Paulo esteve ao meu lado até eu cair exausta e de lágrimas no rosto.

Sermos vulneráveis ao pé de quem amamos é um ato de coragem. Não tenham dúvidas. Mas ser vulnerável ao lado dele, quase, pela primeira vez. Deixou-me insegura. Absolutamente perdida por um sábado que passei a curar a dor. Passei-o a dormir ao lado dele, quando não era esse o combinado. Mas mais uma vez a sua inteligência emocional fê-lo ficar a contemplar-me enquanto dormia da dor.

Quando finalmente repus energias só tive vontade de o tocar e sentir. Um fervor que não sei de onde veio mas que sarou qualquer ferida que eu tinha. Um amor milenar, como já referi. 

Ele é a minha pessoa, estou em casa. Dia 1000000000000♥️✨

M

 

 

15 de Setembro de 2020

A22F83B3-0C08-4DF9-B75E-95AE09C3B3F4.jpeg

 

Querido diário

e puffffff ... enquanto procuramos a nossa casa e depois de “obrigados” a passar mais tempo do que esperávamos na casa do Paulo decidimos dar o passo. Viver uma vida juntos ♥️ Muitos diriam que somos loucos. Como dois amantes de tão tenra relação assumem assim um compromisso num mundo tão descartável como este. Exato, num mundo tão descartável como este! Mas nós assumimos. Depois de quase um mês juntos na mesma casa quisemos crescer para os lados e para cima e naquela que é a casa dele e da mãe, ser também a nossa primeira morada. Se isto fosse um contrato, diria que já estamos quase a concluir o primeiro mês juntos com distinção! 

Claro que existe apreensão por vários factores. Não sou louca! Primeiro vivemos três e não só os dois. E por seguinte tive uma experiência de separação muito marcante á dois anos e meio ( penso que este foi o tempo ). Onde sinto que nem eu nem ele fomos felizes no “casamento”. 

Não quero acabar com esta bolha de paixão e amor que eu e o Paulo temos. Mas já temos as rotinas de casal. Fazer as refeições para os trabalhos, limpar, rir nos olhos um do outro, chorar até aos pés... e tanto mais. 

Mas sinto que a nossa relação só melhorou. Estamos mais íntimos, mais equipa (como dizemos na brincadeira). 

Já teve a oportunidade de conhecer os meus podres neste tempo e eu.... bem admito que lhe tiro um ou outro defeito riso. Mas nada que choque! Até fecha o tampo da sanita riso 😂 

Nem tudo serão rosas, bem sei. Mas vamos vivendo o momento e agradecendo ao Universo termos esbarrado um no outro. 

Sei que é ele. Vejo-o nos olhos dele quando refletem o meu rosto. Estou dentro dele♥️✨ E ele dentro de mim. Como diz a Carolina Deslandes “que casa é uma pessoa”. E ele, como já te disse meu querido diário, é a minha pessoa.

Não me anula, não me preenche, não me agride emocionalmente... Ele acrescenta valor á vida e porra é bom para caraças tê-lo todas as manhãs quando desperto🍀 sorte a minha. Não somos perfeitos mas imperfeitos que se tentam aperfeiçoar na vida em conjunto.

M

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

  • 15 de Outubro de 2020

    15 Outubro, 2020

    Querido diário, a  aceitação do corpo ainda é um tema difícil para mim. Tem os seus (...)

  • 12 de Outubro de 2020

    12 Outubro, 2020

    Querido diário, e  quando tens certezas... Elas são abaladas. O destino dá-te um abanão. (...)

  • Para ti meu amor

    07 Outubro, 2020

    Meu amor, porque mereces todos os dias uma ou duas palavras que te encham a alma. Índole (...)

  • 07 de Outubro de 2020

    07 Outubro, 2020

    Querido diário, Existem dias que são como murros no estômago. Hoje eu e o Paulo descemos (...)

  • 24 de Setembro de 2020

    24 Setembro, 2020

    Querido diário, há  momentos em que queremos desesperadamente fugir. Não é preciso ter (...)

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D