Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma mulher feliz

Diário de uma mulher feliz

Para ti meu amor

Meu amor,

porque mereces todos os dias uma ou duas palavras que te encham a alma. Índole incrivelmente bela. Que me desperta pela manhã com um sorriso salivado e me deita com um abraço másculo. 

Como é uma imensidão o teu olhar. Envolve-nos na extensão ilimitada do mar. Como são belos os teus olhos. Sei... Sei! Mas não me canso de os olhar meu Romeu. 

Percorres as ruas de Lisboa com uma calma só tua. Pé ante pé, enquanto te puxo para que quase corras. Mas para quê correr na vida? Para ela passar mais depressa? Tens razão! Jamais velocidade. Vamos percorrer o mundo ao teu ritmo para não perdermos nada. Para não nos escapar nenhum som. Nenhum aroma. Nenhum toque. 

E essa pancada leve que me dás na nuca enquanto me beijas. Enquanto nos tocamos de língua, de dentes, com tudo! Nós vamos com tudo. E não há ninguém que supere isso. Nunca senti esta magnitude com ninguém. Chegas-te, finalmente!

Perdoa-me quando só sei refilar. O amor é assim, um poço de contradições mas o que importa é que todos os dias da nossa vida sejamos felizes um com o outro.

Quero-te

M

07 de Outubro de 2020

Querido diário,

Existem dias que são como murros no estômago. Hoje eu e o Paulo descemos das nuvens pois percebemos a realidade: não somos prefeitos! Nem como casal, nem como pessoas. Não existe perfeição e é aí que reside o encanto. 

Sentamo-nos na cama, um pouco frustrados, com uma dose de medo de perder, mas falamos sem tabus. Sem muralhas. E foi aí que senti-me ainda mais perto dele. Resolvemos (pois tudo tem solução) e os "meus" olhos cor de mar voltaram a brilhar.

Percebi igualmente a importância dos erros passados e foi tão bom errar antes e não agora. Não cair no mesmo! Saber usar esses "descuidos" a meu favor. 

Sou certamente uma mulher mais feliz desde que conheço o Paulo e, quanto mais o percorro, mais feliz sou. Mas não só pelo que acrescenta, mas pelo que me ensina. Não impõe. Não exige. E eu livremente cresço. Todos os dias me sinto mais mulher. Mais autêntica. Mais capaz.

E por falar em capaz, querido diário, mudei de trabalho. Começo na sexta-feira. Primeiro voltei a dramatizar. Depois percebi que na vida temos que facilitar. Relaxar. E deixar fluir. E sinto isso mesmo, entrei no modo "fluir". Seja como o Universo quer que seja. Cabe-me dar o meu melhor, de resto, não poderei fazer mais nada. Por isso porquê sofrer? Porquê? Para quê? Relaxar, é a palavra de hoje.

R-E-L-A-X-A-R

M

 

a876a07b-546a-4757-994b-37aa24d92f40.JPG

 

 

20 de Setembro de 2020

B02FC9E5-3A17-498F-A78C-9C16C4E2D3E7.jpeg

 

Querido diário,

sem dúvida o amor resgata-nos. Seja qual o tipo de amor que for! 

A madrugada de sexta foi terrível para mim. Desci ao lado mais negro de mim, raspei as paredes, berrei a Deus! Pedi a morte em silêncio enquanto ele me olhava com ternura. 

Não encontro uma resposta. Ou melhor, existem várias hipóteses que não estou preparada para partilhar! A verdade é que o Paulo esteve ao meu lado até eu cair exausta e de lágrimas no rosto.

Sermos vulneráveis ao pé de quem amamos é um ato de coragem. Não tenham dúvidas. Mas ser vulnerável ao lado dele, quase, pela primeira vez. Deixou-me insegura. Absolutamente perdida por um sábado que passei a curar a dor. Passei-o a dormir ao lado dele, quando não era esse o combinado. Mas mais uma vez a sua inteligência emocional fê-lo ficar a contemplar-me enquanto dormia da dor.

Quando finalmente repus energias só tive vontade de o tocar e sentir. Um fervor que não sei de onde veio mas que sarou qualquer ferida que eu tinha. Um amor milenar, como já referi. 

Ele é a minha pessoa, estou em casa. Dia 1000000000000♥️✨

M

 

 

15 de Setembro de 2020

A22F83B3-0C08-4DF9-B75E-95AE09C3B3F4.jpeg

 

Querido diário

e puffffff ... enquanto procuramos a nossa casa e depois de “obrigados” a passar mais tempo do que esperávamos na casa do Paulo decidimos dar o passo. Viver uma vida juntos ♥️ Muitos diriam que somos loucos. Como dois amantes de tão tenra relação assumem assim um compromisso num mundo tão descartável como este. Exato, num mundo tão descartável como este! Mas nós assumimos. Depois de quase um mês juntos na mesma casa quisemos crescer para os lados e para cima e naquela que é a casa dele e da mãe, ser também a nossa primeira morada. Se isto fosse um contrato, diria que já estamos quase a concluir o primeiro mês juntos com distinção! 

Claro que existe apreensão por vários factores. Não sou louca! Primeiro vivemos três e não só os dois. E por seguinte tive uma experiência de separação muito marcante á dois anos e meio ( penso que este foi o tempo ). Onde sinto que nem eu nem ele fomos felizes no “casamento”. 

Não quero acabar com esta bolha de paixão e amor que eu e o Paulo temos. Mas já temos as rotinas de casal. Fazer as refeições para os trabalhos, limpar, rir nos olhos um do outro, chorar até aos pés... e tanto mais. 

Mas sinto que a nossa relação só melhorou. Estamos mais íntimos, mais equipa (como dizemos na brincadeira). 

Já teve a oportunidade de conhecer os meus podres neste tempo e eu.... bem admito que lhe tiro um ou outro defeito riso. Mas nada que choque! Até fecha o tampo da sanita riso 😂 

Nem tudo serão rosas, bem sei. Mas vamos vivendo o momento e agradecendo ao Universo termos esbarrado um no outro. 

Sei que é ele. Vejo-o nos olhos dele quando refletem o meu rosto. Estou dentro dele♥️✨ E ele dentro de mim. Como diz a Carolina Deslandes “que casa é uma pessoa”. E ele, como já te disse meu querido diário, é a minha pessoa.

Não me anula, não me preenche, não me agride emocionalmente... Ele acrescenta valor á vida e porra é bom para caraças tê-lo todas as manhãs quando desperto🍀 sorte a minha. Não somos perfeitos mas imperfeitos que se tentam aperfeiçoar na vida em conjunto.

M

 

07 de Setembro de 2020

8F45D125-A729-40C1-8998-C9B95A80D381.jpeg

 

Querido diário, 

isto de ser “o diário de uma mulher feliz” engloba também estes dias. Dias em que o sol brilha lá fora, aquece-nos e quase nos derrete mas por dentro está um nadinha desarrumado.

Estar desarrumado não significa que não seja feliz, estar um pouco desorganizado diz-me que já esteve organizado e por um espaço pequeno de tempo eu o arrumarei. 

Ser feliz dá trabalho. Aliás, na minha opinião dá mais trabalho que ser triste. Eu já fui integralmente triste, já atravessei poços escuros de depressões (acho que me dá o direito de falar). 

Estar deitada a chorar desgasta mas estar de pé, roupa engomada e olhar para a frente custa tão mais quando o coração quer voltar para aquela horizontalidade. 

Ter a percepção destes dois mundos que vivem dentro de mim é um domínio imenso é incrível que adquiri á pouco tempo. Saber que estar triste não é o estado em que vou ficar , mas uma transição, alenta-me.  

Hoje não estou triste, estou ansiosa. O calor, situações familiares e uma noite mal dormida. Um cocktail para umas horas mais complicadas. Como sempre recorri á meditação para acalmar o peito e obviamente, que ajuda. O Paulo também é um querido e a minha “Rocha”. Ouve-me, melhor, escuta-me. Estas semanas que estamos a passar juntos têm sido, como já verbalizei, muito importantes para o nosso crescimento enquanto casal. Enquanto equipa, como brincamos por vezes. Ele é lindo. E um dos alicerces! 

Diário, continuo por aqui.

M

 

Parabéns amor 💗

A ti,

hoje renasces á meia noite. Hoje é o dia que tudo surge para ti. Os girassóis erguem-se, o sol aquece, o vento sopra devagarinho como um abraço do Universo felicitando a tua existência.

Todas as vidas são importantes, mas falemos da tua! Como brilhas meu amor. Como deixas pós dourados em tudo o que tocas e o mais surpreendente é que não és assim tão consciente disso. Sinto que é um caminho que estamos a fazer juntos. A espelhar um no outros a potencialidade que cada um tem.

És o meu chão! Mas também o da tua amorosa mãe, dos teus amigos e de todos que saibam ver o teu melhor lado.

Fizeste um caminho sofrido, como acredito que todos nós. Mas em vez da vítima tornaste-te o vencedor e tenho a maior admiração por ti.

Estou certa que o próximo ano será um ano de coisas novas. Novas conquistas, novos desafios, novas experiências. É comigo sempre ao teu lado! 

Que bom os nossos caminhos se terem cruzado. Que bom sermo-nos sem merdas.

És de outras vidas, como acredito plenamente. 

Que seja um dia marcante e de recomeço no ponto onde ficaste! 

Parabéns meu doce Paulo. Parabéns meu amor. Parabéns babe. Parabéns meu homem. Parabéns meu namorado. Parabéns! 

26 de Agosto de 2020

Querido diário,

desculpa por vezes desaparecer.Muitas recolho-me ao meu coração e tento voltar á normalidade. Tenho momentos vulneráveis, tu sabes. Momentos em que me perco. E sair da casa do Paulo, voltar para a minha e adaptar a minha vida ao namoro e ao viver, ainda, com os meus pais é desafiante. Mas estamos juntos, como desde que nos conhecemos, a superar. Ele tornou-se muito além de um namorado, o meu melhor amigo, o meu confidente, o meu chão. Não veio completar, como já disse, veio acrescentar tanto! 

Ainda não meditei 😔 Estou em falta comigo mesma. Pois era uma forma de me posicionar no sítio onde queria estar no universo. Provavelmente amanhã já o farei de novo! E mesmo voltando a estar uma noite na casa dele fá-lo-ei. A meditação, no meu caso, ajuda-me a encontrar o meu centro. E agora que as coisas no trabalho ficaram tremidas preciso muito desse encontro comigo. 

Querido diário vou... 

M

21 de Agosto de 2020

Querido diário,

existe uma letra que explica muito o que sinto hoje. É da Mallu Magalhães:

"Sei que cê não gosta nada
Dessa história de vai e vem
Tudo bem, a gente fica mais em casa
De noite você sonha com a vida que você quase tem
Meu bem, quase já é muito bom

A felicidade vem nos microssegundos
A paz de verdade anda e pé no mundo
Sei que cê não gosta nada
Dessa história de vai e vem
Meu bem, eu tenho os meus sonhos e planos
Vento na janela
As coisas não esperam pra acontecer
Eu sei que já passaram tantos anos
A felicidade vem nos microssegundos
A paz de verdade anda e pé no mundo
Sei que cê não gosta nada
Dessa história de vai e vem
Tudo bem, a gente fica mais em casa
De noite você sonha com a vida que você quase tem
Meu bem, quase já é muito bom
A felicidade vem nos microssegundos
A paz de verdade anda e pé no mundo"
 
Vivi esta semana em plena agitada Lisboa, ainda assim agitada e a tentar viver com felicidade. O Paulo e a mãe dele receberam-me como família. E como aprendi que somos um espelho das relações que temos é tão bom ver-me mais feliz, segura, e em paz. Sei, como diz a Mallu, são microsseugundos. Mas são os microssegundos mais deliciosos que provei. O sorriso desta mulher enche-me o coração, pois o dela é cheio de amor. Eu e o Paulo estamos lado a lado. A correr o mundo, numa relação saúdavel que me faz sentir cada vez mais em paz com as minhas opções.
Aceito cada vez melhor o meu corpo, com as suas estrias, celulite e marcas de guerra. Sou uma mulher real e feliz. Sou muito amada, mas também me amo muito. É o que desejo para a Humanidade, amor! E mesmo que não resulte um dia, há sempre uma aprendizagem. Há sempre sementes e flores que ficam.
 
Nestes momentos de incerteza que vivemos. Nestas máscaras que nos tiram parte do ar e nos roubam o sorriso, querido diário. Espero que o meu testemunho seja um ar fresco. Um sorriso pelo menos em uma pessoa. E por cá continuarei.
 
Sim querido diário, estou muitoooo apaixonada e gosto disso.
 
Como é que vocês estão?
 
M
 

IMG_9694.JPG

 

 

17 de Agosto de 2020

 

Querido diário,

têm sido dias lindos, como já te disse. Ontem subimos ao topo do edifício onde o Paulo vive, com bastantes andares, e uma vista sobre a cidade e abrimos um Mateus e umas pizzas e foi uma das coisas mais românticas que já fiz. De manta no chão e olhar o céu, continuamos a olhar na mesma direcção. Até que chuviscou e foi tão bonito.

Um dia ensinaram-me que deveríamos pedir à entidade que acreditamos, seja Deus (como eu), Universo, enfim, o que desejamos. E um dia eu escrevi as características do homem que queria para a minha vida. Farta de sofrer, farta de falhar. E ele apareceu. É pouco tempo "humano", mas muito tempo emocional. Vivemos muito. Sentimos muito. Fazemos por isso. Não somos perfeitos... E temos percebido isso que agora temos passado muito mais tempo juntos. Está a ser uma aventura linda.

Meu diário sinto que por vezes perder o norte é encontrar o centro. E este Verão estou mais em mim do que nunca.

M
 

IMG_9699.jpg

 

 

 

16 de Agosto de 2020

DEFBB5F9-AC3B-4EE9-9AD6-FB900C6BBBE8.jpeg

 

Querido diário bom dia ☀️,

volto a não vir aqui à algum tempo. Sabes como sou, por vezes ocupo tanto a minha vida que pouco tempo me resta, perdoa-me!

Tenho tido dias de descoberta. Afastar-me do que é o meu “habitat natural” tem-me ajudado a por as coisas em perspectiva.

Meu querido, ontem sai do cinema por volta das 21, e atravessei o Campo Grande a pé e a cantarolar e descalça! Esta é a Marta que poucos conhecem. Que não faço questão que aprovem mas que se está a descobrir. Uma Marta com menos peso.

Fomos beber um copo á esplanada, levamos com os raios de sol no rosto enquanto falamos de como está a ser esta experiência, com dias limitados, em Lisboa. E o que pensávamos que ia ser difícil tornou-se leve, fluido e até, diria, natural. A mãe do Paulo é um encanto e deixa-me além do avontade. Estamos a criar um elo de amizade muito saudável. É uma lutadora e uma mulher do mundo. 

Fomos ver ao cinema “A impossibilidade de estar só”. Achei muito bonita a fotografia, as paisagens da costa Alentejana! Lindo. A música também. Não achei o argumento muito invulgar mas gostei no todo. E como tinha saudades do cinema. E éramos só nós❤️😂 

Bem meu querido diário, vou tentando dar mais notícias! 

M

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

  • 15 de Outubro de 2020

    15 Outubro, 2020

    Querido diário, a  aceitação do corpo ainda é um tema difícil para mim. Tem os seus (...)

  • 12 de Outubro de 2020

    12 Outubro, 2020

    Querido diário, e  quando tens certezas... Elas são abaladas. O destino dá-te um abanão. (...)

  • Para ti meu amor

    07 Outubro, 2020

    Meu amor, porque mereces todos os dias uma ou duas palavras que te encham a alma. Índole (...)

  • 07 de Outubro de 2020

    07 Outubro, 2020

    Querido diário, Existem dias que são como murros no estômago. Hoje eu e o Paulo descemos (...)

  • 24 de Setembro de 2020

    24 Setembro, 2020

    Querido diário, há  momentos em que queremos desesperadamente fugir. Não é preciso ter (...)

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D